Estreando em Óperas!

28 07 2011

Eu nunca fui a uma Ópera. Mas curiosidade nunca me faltou.

Assim que fiquei sabendo que teria uma ópera no Theatro Municipal, fui logo verificar se estava acessível a minha pessoa ($$$). Satisfeita com o valor do ingresso, perguntei se alguém queria me acompanhar (marido não gosta muito e alguém tinha que ficar com a pimpolha). Dona Érika (coisa fofa de minha vida) topou e compramos os ingressos.

Alguém me explica POR QUÊ o ingresso.com cobra taxa de conveniência, se eu preciso enfrentar fila para buscar os ingressos?

Enfim, cheguei cedo doida pra trocar os ingressos logo e ir fazer um lanchinho básico e o Theatro só abre a bilheteria 1 hora antes do show! oi? Claro que se formou logo uma fila, mas eu estava logo na frente… rsrsrs Uma senhora com a neta estava logo atrás de mim e veio puxar assunto. É apaixonada por óperas. Estava ansiosa por esse espetáculo desde janeiro!!! Ela mora em Volta Redonda e ficaria hospedada num hotel depois. Fiquei pensando… Nós, cariocas, temos as coisas tão mais fáceis! Será que damos valor? Enfim, a senhora fez vários comentários sobre a Ópera comigo. Sorte que eu já tinha feito um estudo prévio e tivemos uma conversa agradável. Ela estava ansiosa para o momento que Nabucco seria atingido pelo raio. Fiquei curiosa por isso também. 

Ingressos nas mãos, 1 hora para começar e a fome batendo ponto. Eu e Érika resolvemos fazer um pit-stop no Amarelinho para um lanchinho. Érika estava doida pra comer gurjões de frango. Sentamos, pedimos e veio um homem perguntar se podia me dar um papel. Achei estranho, mas como ele disse que só queria deixar a mensagem comigo, aceitei. Chegou nossas cocas e fui abrir a mensagem… Quase tive um treco de tanto rir!

Isso é nova moda de cantada? Ser casada faz a gente não ficar atualizada com essas modernidades! E eu que jurava que as pessoas agora trocavam endereço de facebook!

Enfim, 20 minutos depois o garçom volta mandando a gente escolher outra coisa pra comer porque não tinha mais o gurjão. Se eu não tivesse tão anestesiada pela cartinha, teria mandado o garçom praquele lugar, mas resolvemos pedir outra coisa.

Barriga cheia, 80% do petisco no prato ainda e quase na hora da ópera. “Moço, faz uma quentinha e traz a conta. Rápido!”.

Lá fomos nós pro Municipal (com a quentinha escondida na bolsa) sentar nos nossos lugares na primeira fileira da galeria. Sempre fico imaginando se já teve gente que caiu da galeria da platéia. Aquilo não é seguro, Braseeeel!

Bom, a Orquestra anunciou e a Ópera começou.

Tenho que destacar a maravilha que é Ópera com Close-Caption! Genteeeee! Tem legendas!!!!! Óbvio que eu não entenderia nada do que eles cantam em italiano sem as legendas. Tô apaixonada. Alguém sabe se é assim sempre? A-do-rei!!!!!!

O 1º ato foi meio cansativo. Mas o coro sempre é emocionante.

O primeiro solista a soltar a voz foi o Zaccarias. Uma figura com um cabelo que atraía toda a minha atenção. Não tinha pente naquela época?  Eu não sou crítica de ópera, meus conhecimentos são Pavarotti e Edson Cordeiro (acho que ainda tenho o CD dele cantando La Flauta Magica)… Mas tenho a leve impressão que ele deu uma desafinada. Quem sou eu pra falar que alguém desafina? Aquela que os únicos “Três Tenores” que eu conhecia era o Moreira, Bezerra e Dicró!

Enfim, depois a Fenena cantou e achei interessante.

Depois apareceu o Ismael. Se eu tivesse levado a Pimpolha pra assistir ela falaria que ele é o “príncipe”. Não sei se era problema de quem assiste de galeria, mas eu não consegui escutar muito bem a voz dele. Ainda mais quando o coro entrava junto.

Até que entrou a Abigail. Genteeee, a mulher domina o palco. Só dá ela. Achei que ela dá uns gritos meio fora do contexto, mas eu não entendo de música, né?

Ela e a Fenena disputam o amor de Ismael. Meu filho, tem duas mulheres te querendo e você entra com uma vozinha dessa???

Apareceu também o Abdalo que não cantou nesse momento, mas ficou marcado porque o visual dele era IGUAL ao Mr. T! Não consegui mais olhar para ele sem dar uma risadinha safada.

Deu o intervalo e eu e Érika fizemos uma análise de tudo. O cenário era bem interessante, feito quase todo de tubos de 150mm e 100mm. E desses materiais a gente entende! hahahahahahahahaha Também filosofamos se o Fantasma da Ópera foi inspirado em alguma pessoa que tenha se jogado da Galeria até a Platéia. Será que tem alguém sentindo o cheiro da quentinha???

Começou o 2º ato e só a Abigail no palco. Que figurino baphônico! Preciso pra ontem! Aliás, todo as roupas dela foram um escândalo!

Apareceu o Abdalo e cantou!!! Canta muito bem, mas eu só conseguia lembrar do Mr. T, lembrei do McHammer e minha concentração foi pro beleléu.

Finalmente teria o raio que a senhorinha da fila falou. Fiquei lá na maior espectativa e pim. Só um flash! Já acabou? Já teve o raio? Nem um barulhinho de trovão mais potente? Nem uma chamuscadinha?

Intervalo. 22h. Opa! Nesse ritmo quando acabar não vai ter mais metrô e as duas mocinhas vão ter que pegar um táxi. Temos dinheiro? Cata moedinhas.  Hummmm… Melhor ligar pro Edson e deixar ele preparado pra pagar nosso táxi. “Podem vir, mas só tenho 20 reais em casa.”  – Será que dá pra pagar o táxi com RioCard??? Vixi! Prepare as coxas, Érika, vamos apelar pra sedução! hahahahahahahahaha

3º ato – Toda vez que o maestro entra precisa aplaudir?

Nabucco tá doidão. E a Abigail tá poderosona de rainha. Por que será que os malucos sempre são retratados com camisolão branco? Lembre-me de nunca comprar um camisolão, muito menos vestir. Já sou considerada doida de calça jeans!

Aí vem a parte mais bombante da Ópera: a música que todo mundo conhece só por causa da Propaganda Eleitoral do Álvaro Valle!!!

O público gritou Bravo! pipocaram flashs de máquinas digitais. Não era proibido fotografar, meu povo? Foi tanta comoção que teve BIS!!!! Pode isso, Arnaldo? Bis na ópera?

Confesso que o momento foi emocionante mesmo. Achei o cenário perfeito e o encaixe das grades foi bem projetado. Quase que o Nabucco lá jogado no chão passou despercebido. Se fosse eu, aposto que eu teria cochilado.

O 4º ato começou direto, sem intervalo.

Nabucco acorda, e resolve que não está mais doidão. O Mr. T acredita e liberta ele. Saem correndo para salvar Fenena que a Abigail mandou matar.

Fenena não morre, Nabucco se converte, cai um leão do céu (ou era bezerro? ou carneiro?) e blá blá blá… Cadê a Abigail? Aceitou tudo na boa? Aí o Nabucco comenta que ela tomou veneno e ela aparece. Mesmo sem os brilhos (quero todos), com a roupa toda ensanguentada (ué, não era veneno?) e implora perdão. Ela morre… Ahhhhh

Todos ficam felizes, o Mr T canta, o Zaccaria ainda não penteou o cabelo e acaba.

23:30h.

O metrô fecha 23h ou meia-noite?

Saímos do Theatro, quinhentos mil taxis na frente esperando e maior grupo indo pro metrô. Vâmo pro metrô!

Ainda deu tempo ver a comemoração do povo nos bares quando o Flamengo fez o 5º gol!

Pegamos o metrô a tempo e voltamos felizes, cantantes (agora a gente canta ópera, honey), sorridentes e com dinheiro pra casa!   Aêêêêêêêêêêêê

Quero parabenizar a direção do espetáculo que emendou os atos e deu tempo do povo voltar pra casa de metrô. Pensar no público é isso aí!

Resultado final: Gostei muito da Ópera. Não sei será a ponto de comprar dvds, mas foi um belo passo inicial.

Alguém sabe onde que tá passando o Fantasma da Ópera?





Sucesso

9 10 2009

sucesso
su.ces.so
sm (lat successu) 1 Aquilo que sucede ou sucedeu; acontecimento. 2 3 Conclusão. 4 Êxito, resultado feliz. 5 O mesmo que Resultado bom ou mau de um negócio. parto. 6 Reg (Nordeste e Minas Gerais) Desastre: Morreu de sucesso. Mau sucesso, pop: aborto.


Esses dias na minha maravilhosa aula de Estrutura, meu professor questionou sobre o que seria sucesso pra gente assim que pegássemos o diploma.

Pra mim, sucesso é poder ser ouvida. E o que eu falo fazer diferença.

Melhor do que fazer milhões de projetos, tocar infinitas obras é fazer a diferença e ter a opinião respeitada.

Ontem eu tive uma prova que minha “pentelhice” está bem próxima do sucesso: o sub-síndico do meu prédio veio tirar uma dúvida comigo sobre algo que foi decidido na reunião de condomínio.

Eu? Logo eu que não tenho nenhum cargo no prédio? (e nem quero ter!)

Mas sou eu que fiz a diferença na reunião. E por isso ele veio tirar dúvida comigo.

Sucesso é isso.  Pelo menos pra mim.





Reunião de Condomínio

7 10 2009

Moro num pequeno condomínio. Poucos apartamentos e poucos moradores.  E acho que 80% desses moradores são de idosos. Mesmo num prédio tão pequeno não dá pra fugir das reuniões de condomínio. E eu faço questão de participar.

Óbvio que o nome do blog não é acidental. Eu já sou conhecidíssima como a mais pentelha do condomínio. Eu discuto, questiono e não voto a favor de nada que eu realmente não seja a favor.

A síndica é excelente, eficiente, mas eu sempre questiono tudo. Não é qualquer aumento de 5 reais que passa por mim sem uma boa explicação.  Desde que me mudei o prédio já ganhou portões automáticos nas garagens, caixinhas individuais de correspondências, pisos novos na portaria e um jardim.

Na última reunião eu aloprei.  Queriam aprovar um aumento de quase 15% no condomínio. Imagina o ataque que eu dei. Um senhor me apoiou e conseguimos um aumento de 5%.

Eu reclamo, eu pentelho. Pentelhe você também. Dá resultado sim.





Ainda sobre as Olimpíadas

2 10 2009

Adorei os vídeos promocionais.

Principalmente pq eu quero trabalhar nas obras!





RIO2016

2 10 2009

Tá maior bafafá aqui no Rio sobre a escolha das Olimpíadas.

Sinceramente eu ainda não sei se sou a favor ou contra.  Gosto dos eventos, participo (curti muito o PAN). Acho que pode sim trazer melhorias pra cidade. O negócio é o povo acordar e cobrar as melhorias que não podem ser só arquitetônicas. Tem que ser melhoria social, de infraestrutura, de segurança. Melhoria com embasamento.

Eu sou arquiteta. Em 2016 estarei formada (espero, né? kkkkk) e torço para poder contribuir para um Rio melhor.

Tamos aí!





Dicas para Comprar/Alugar um Imóvel

22 09 2009

Eu trabalho com construção civil e por causa disso sempre fico atenta aos lançamentos imobiliários. Até para saber quais são as novidades do mercado e quem sabe, encontrar uma grande oportunidade. Também já trabalhei com Pesquisas de Mercado, e consegui absorver alguma coisa sobre avaliação de imóveis.
Como eu tô sempre ajudando amigos, resolvi ajudar a todo mundo fazendo um pequeno guia para fazer realmente um bom negócio.

Corretor não é seu amigo.
Por mais que ele tente te convencer disso, o corretor não é seu amigo. Ele não tá reservando pra você um imóvel espetacular. Nenhum corretor trabalha pra você. Corretor trabalha pra ele mesmo. Pra vender. Não se engane por carinhas simpáticas e conversinha fiada. Claro que alguns realmente podem virar seus amigos, mas a maioria vai esquecer seu nome depois que você assinar a escritura/contrato.

Nem sempre apartamento de frente é melhor.
Eu mesma moro num apartamento de fundos excelente. Tem uma vista linda, é indevassada e muito menos barulhento. Apartamento de frente em ruas movimentadas sempre é garantia de janelas sempre fechadas quando se quer ver televisão.

Todo porteiro é fofoqueiro.
Tire isso a seu favor. Antes ou depois da visita com o corretor, vá ao prédio (sem o corretor, óbvio) e “sonde” o porteiro sobre problemas no imóvel. Já descobri que um apartamento tinha uma infiltração misteriosa que impedia o uso do banheiro, e outro apartamento que ninguem ficava muito tempo morando porque todo o barulho das festas no salão parecia ir pra dentro daquele imóvel.

Ficar em cima de salão de festas e play é garantia de barulho constante.
Isso também se aplica a churrasqueiras e piscinas. Se você preza pelo seu silêncio fuja de imóveis do tipo. Não acredite se o corretor JURAR que o condomínio é tranquilo. Esses lugares sempre serão os mais barulhentos.

Condomínio tranquilo não existe.
Todo condomínio tem algum problema. Mesmo que more só velhinhos lá (como o meu!). E mesmo em condomínios chiques, existem complicações. Conheço um condomínio mega caro que o porteiro me confidenciou que vários moradores jogam cigarros e coisas nas pessoas no play quando tem algum evento mais barulhento. Dinheiro nem sempre é educação!

Pesquise se a área tem as coisas que você precisa.
Já imaginou se a casa dos seus sonhos fica num lugar que nenhuma empresa de entrega atenda? Como você ficaria sem aquela pizza delivery numa sexta a noite com visitas surpresa?

Comprar casa/apartamento não é igual a comprar carro.
Depois que você assina a escritura aquele imóvel é sua responsabilidade. Se você não gostar ou achar outro muito melhor semanas depois não adianta apelar pro seu “amigo” corretor. Não existe troca! Você que se vire pra vender (ou dar uma boa comissão pro corretor TENTAR achar um novo comprador).

Imobiliária safadas, imóveis ruins.
Se a imobiliária já começa mentindo no anúncio, desconfie! Se a “vista para o verde” for para a parede verde pintada da vizinha da frente, corra dessa imobiliária. Quem tem um imóvel bom pra vender, nunca coloca em imobiliárias de má índole.

Imóvel bom encalhado não existe.
Se o imóvel tá anunciado há mais de 2 meses, tá num preço excelente, uma boa localização. Desconfie. Não deixe de perguntar pro porteiro sobre problemas no imóvel. Assim você pode negociar um valor mais baixo se descobrir que precisa mudar todo o sistema elétrico.

Todo preço é negociável.
Sempre faça proposta de valores em torno de 5 a 10% mais baixo que o valor anunciado. Todo preço é inflacionado já esperando esse seu pedido de desconto. Se o proprietário não quiser abaixar, avalie se o valor realmente condiz com o imóvel.

Consultar um arquiteto é sempre bom.
Uma simples pesquisa técnica na Prefeitura pode dizer que aquele apartamento enorme num prédio antiguinho, pode estar bem na previsão de uma estação do metrô ou uma rua. E vai ser demolido dentro de 3 anos. Vai querer morar num lugar por tão pouco tempo? E ter seu imóvel avaliado pela Prefeitura (que nem sempre condiz com o valor de mercado)?

Não dê o telefone da sua casa para corretor!
Se você ama dormir até tarde no sábado/domingo, não dê o telefone da sua casa pra corretor. Dê sempre seu número de celular, principalmente porque celular a gente desliga quando enche o saco! Faça os corretores gastarem dinheiro com ligação de celular para te ligarem apenas com o que interessa!

Não perca seu tempo vendo o que não te interessa!
Você disse para o corretor que só quer ver apartamento de 3 quartos num prédio com piscina? Não vá ver apartamento em prédio sem piscina! Você só vai perder seu tempo! Coloque metas e as siga para não perder tempo. O mesmo vale para valores. Se você só pode comprar apartamento até 100 mil, vai ver um que custa 200 pra quê? Só porque o “seu amigo” corretor quer te mostrar? É quase impossível alguém comprar um imóvel pagando metade do anunciado.

Nunca compre nada com todo o dinheiro que você tiver.
Todo apartamento precisa de ajustes. E isso custa dinheiro. Reserve um dinheirinho pra pintura e outras coisinhas. E claro, não esqueça de fazer orçamento da transportadora da mudança!

Espero que ajude vocês! Se eu lembrar de mais alguma coisa, vou acrescentando!





2º Diploma

12 03 2009

E lá vou eu pegar meu 2º diploma de nível superior.
Ainda falta uns períodos, mas estou adorando estudar de novo.

Edson diz que quando perguntarem a Juju qual a profissão da mãe, ela vai demorar 10 minutos pra listar tudo… kkkkkkkkkkkkkk