Pedido de Doação de Sangue

2 06 2011

Quanto tempo não apareço aqui, né?
Tantas coisas esse ano que nem tive tempo ainda de parar pra escrever.
Enfim, mas o que me traz aqui é um pedido:

O pai do meu querido amigo Felippe (aquele que me faz viajar pra SP só pro casamento dele), precisou ser operado e está precisando de doação de sangue. Qualquer tipo!

Quem puder ajudar, o local de doação é no Hospital São Vicente de Paulo, na Tijuca. De 8h as 12h.

Doar em nome de Tadeu Augusto Cardoso Neto.

Obrigada!!!

 





Retrospectiva 27 anos

5 10 2010

Falta um pouquinho mais de 2 semanas para meu aniversário e eu achei que deveria fazer uma retrospectiva dos meus 27 anos.

Aconteceu taaaanta coisa depois do 21 de outubro de 2009. Parece que se passaram 3 anos depois de meu último aniversário.

* Cantei, em inglês, para uma plateia de desconhecidos.

* Fui em evento vip sem conhecer ninguém.

* Chorei sozinha no aeroporto vendo minha pimpolha viajar de avião pela primeira vez.

* Acordei de madrugada com uma dor insuportável na coluna, mas não deixei de ir almoçar com meu melhor amigo que só consigo ver uma vez por ano.

* Pedi pro meu pai cuidar de mim.

* Fiquei horas pulando de hospital em hospital até conseguir descobrir o motivo da dor que eu sentia.

* Passei o reveillon sem marido e sem filha, no meio de uma festa chique, mas com tanta dor e mal estar que nem curti.

* Chorei de emoção ao encontrar a filha no aeroporto.

* Achei que tinha morrido ao dar um espirro.

* Fiz tomografia e andei de ambulância pela 1ª vez.

* Fui internada e fiquei alguns dias no CTI.

* Depois fiquei 15 dias internada só podendo assistir canais abertos.

* Não fui a Igreja de São Sebastião no dia dele.

* Fiquei 7 meses sem comer folhas verdes.

* Ganhei fantasia pra desfilar no Carnaval.

* E desfilei como apoio em 2 escolas de samba.

* Superei o medo de escadas de madeira.

* Conheci coisas novas. E me apaixonei por coisa que já conhecia depois que conheci melhor.

* E conheci muitas pessoas. E também me apaixonei por elas.

* Fui no Theatro Municipal ver um balé. E não gostei do balé. Já o Theatro, está cada dia mais lindo.

* Comprei minha primeira calça tamanho 38.

* Subi uma escadaria gigante só pra pegar um pãozinho.

* Fiz coisas que eu realmente acreditava que nunca faria.

* Perdi preconceitos.

* Tive que me despedir do Trakinas de Morango, que mudou a fórmula e ficou horrível.

* Mudei de corte de cabelo umas 4x (acho).

* Fui tanto em médicos que cheguei a pensar que estivesse ficando hipocondríaca.

* Decidi meu projeto final da faculdade.

* Gastei muito dinheiro. Principalmente pra fazer festa de aniversário pra filhota.

* Fiz peeling. Depilação. Drenagem. Massagem. E sempre faço merdinha quando pinto as unhas de preto.

* Mudei a compulsão de bolsas para sapatos. E roupas. E maquiagem. E perfumes doces.

* Gostei de pessoas, desgostei delas e depois gostei de novo. Sem elas saberem disso.

* Fiquei mais viciada em twitter.

* Descobri que não sei como vivo sem um iPhone.

* E que se eu souber fazer as coisas certo, posso fazer a diferença.

* Mudei de emprego para ganhar (ainda) menos, mas ganhei um pouco mais de conforto.

* Voltei pra academia e arrumei um professor que tá mais engajado que eu no meu “projeto gostosona”.

* Amo ainda mais minhas amigas.

* Fiquei mais neurótica com pontualidade.

* Chorei. (inclusive escrevendo esse post)

* Me estressei.

* E me diverti muito.

Pode ser um clichê, mas nada resume melhor meus 27 anos: “Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi.

E ainda tenho 15 dias. Pela minha agendinha do celular conseguirei fazer muita coisa antes de chegar no dia 21 de outubro. #beijomeliga





Ajuda para o Thiago

24 03 2010

Queridos visitantes,

Minha amiga Cristhiane tem um filho com uma doença rara e precisa de ajuda.
Estou copiando aqui o email dela. Quem puder ajudar, de qualquer modo, por-favor entre em contato!

Thiago

Amigos, novamente estou eu aqui mandando e-mail pedindo ajuda no tratamento do meu filho Thiago.

Como todos sabem, Thiago tem uma doença crônica, rara e de difícil controle. Thiago nasceu bem, mas aos 3 meses começou a ter crises convulsivas de difícil controle, ficou internado no CTI do Pronto Baby por 4 meses e finalmente um diagnóstico, Sindrome de Hiperinsulinismo associado à hiperamonemia com sensibilidade à leucina.

Meu filho hoje está com 4 anos, tem um atraso motor e na fala em decorrência da doença. Faz uso de vários remédios, anticonvulsivos, de controle da glicemia e vitaminas, e ainda faz uso de uma dieta restrita de proteína, gluten e lactose, além de tratamento psico-motor e de fono, onde apenas 6 sessões anuais são cobertas pelo plano de saúde, sendo necessário 4 sessões por mês.

O tratamento é muito caro, medicamentos, comida e leite à base de soja, pães e biscoitos sem gluten e lactose e tudo isso custa muito dinheiro, e nunca deixamos que lhe falte nada. O leite MSUD graças à Deus ele não precisa mais tomar. O custo mensal somente com medicamentos ultrapassa os R$ 5.000,00.

Já temos o direito adquirido em receber todos os medicamentos pelo governo e até então vínhamos recebendo regularmente, com atrasos mas recebíamos.

O processo que abrimos contra a Secretária de Saúde é o Nº 2006.001.098854-3
PROCESSOS DA PRIMEIRA INSTANCIA
TJ/RJ – 19/07/2007 Primeira instancia
Distribuido em 01/08/2006
Comarca da Capital – Cartorio da 6ª Vara da Fazenda Publica

Infelizmente já estamos há mais de dois meses sem receber os medicamentos e o Thiago depende desses remédios para sobreviver e não correr riscos de ter mais lesões no cérebro. Por essa razão estou eu aqui pedindo novamente ajuda.

O caso dele é único no Brasil, na época do diagnóstico eram 12 crianças no mundo e não sabemos se um dia ele irá ficar curado. Eu como mãe acredito em Deus e na cura do meu filho, mas até lá ele, nós, precisamos de ajuda. Abaixo as reportagens que sairam na época:

http://odia.terra.com.br/ciencia/htm/geral_60196.asp
http://odia.terra.com.br/ciencia/htm/geral_50935.asp

Quem puder nos ajudar, temos uma conta aberta em nome dele justamente para recebermos ajuda para o seu tratamento, qualquer ajuda será de grande valia:

Thiago Henrique Rocha Lopes

Banco: Bradesco
Ag: 0469-3

Conta Poupança: 1005299-8

CPF: 003.653.657-18 (Márcio Duarte Lopes)

Ou ainda se puderem ajudar com os medicamentos, aqui segue a lista dos remédios que ele toma diariamente. Os que estão em destaque são os que não temos condições de comprar:

  • · Proglycem 25 mg (importado) comprimido

15 capsulas por dia (só vende no site www.tradefarma.com.br) R$ 232,50 caixa com 100 comprimidos. Custo mensal R$ 1.162.50

  • · Tensuril 20 ml/15 mg

(só acha na farmácia Vita, 2 ampolas por dia) R$ 48.02 cada ampola. Custo mensal R$ 2.881,20

  • Coenzima Q10 s/ lactose (manipulado em comprimido)

3 capsulas de 200 mg por dia – R$ 330,00 por mês

  • Vita Imunne – 2 capsulas por dia – R$ 97,50
  • Omega3 – DHA500 (naturallis) – 3 capsulas por dia – R$ 224,75

·        TIRAS ACCU-CHEK ACTIVE – 50 UNIDADES R$ 84.95 , no mês R$ 169.90

  • Formula: L-arginina (500mg) + N-acetil cisteína (330mg) + MSM (200mg) – 90 doses – 3 vezes ao dia – R$ 100,00
  • Sessões de fono por mês – R$ 140,00
  • Topiramato 50 mg comprimido – 4 por dia (1 cx com 60 comprimidos R$ 76.39), no mês R$ 152.78
  • Fenobarbital 50 mg comprimido – 2 por dia (1 cx com 30 comprimidos R$ 4.45)
  • Puran T4 50 mcg comprimido – 1 por dia (1 cx com 30 comprimidos R$ 8.46)
  • L-Carnitina a 10% (manipulado em solução) – 30 ml por dia R$ 70,00
  • Piridoxina a 10% (manipulado em solução) – 5 ml por dia R$ 11,00
  • Vitamina C em gotas – 60 gotas por dia (1 frasco com 20 ml R$ 6.65)
  • Clusivol – 15 ml por dia (1 frasco com 240 ml R$ 29.21), no mês R$ 58.42
  • Ácido fólico comprimido – 1 por dia (1 cx com 30 comprimidos R$ 39.27)
  • Trileptal 300 mg – 2 por dia (1 cx com 60 comprimidos R$ 88.16)

Peço muito a ajuda de vocês que conhecem a nossa história de vida. Se puderem repassem esse e-mail para os conhecidos, vamos ajudar o meu filho, ele precisa dos remédios para viver e crescer sem nenhuma sequela. É uma mãe aflita pedindo ajuda para o seu filho. E que Deus abençoe cada um de vocês e também às suas famílias.

Aqui estão nossos telefones de contato:

Cristhiane (21) 9309-5796 mãe (cris_e_thiago@yahoo.com.br)

Márcio (21) 9104-0153 pai (mlopes@ipea.gov.br)

Obrigada.
Cris, a mãe do Thiago

Quem puder, ajude, divulgue.

###

Atualização:


Para esclarecer melhor o problema, o Thiago agora tem um blog próprio: http://ajudathiago.wordpress.com

E também um twitter: http://twitter.com/ajudathiago





9 03 2009

Melhor do que a quantidade de comentários ou o número de visitantes do blog. Para saber se seu blog é lido é só fazer um post “polêmico” como o último… hehehehe

Eu desabafei mesmo. Porque chateação não faz bem guardar. Mas eu não sou mulher de indiretas.

A pessoinha não lê meu blog. Aliás, graças a Deus, nem sabe que existe.

E para vocês sentirem o nível de cara-de-pau, no sábado ainda me ligou pra pedir favor.
Engraçado como o povo sempre se lembra de mim quando precisa. Mas poucas se lembram de perguntar do que EU preciso.

Tô precisando mesmo é de um spa… Alguém aí que tá lendo quer pagar pra mim?





Amigas, amigas.

5 03 2009

Eu já tive muitas amizades ruins.
Amigos que me roubaram. Amigos que me enganaram. Amigos que me magoaram.
Essa semana fiquei chateada com uma menina. Gostava dela e tal, mas nada muito íntimo. Do nada, a menina passou a me excluir das coisas e enviar umas indiretas…
Ontem li a “última” indireta. Última porque é a última coisa dela que eu li. Morreu pra mim.
Fiquei tao triste com as exclusões… Mas deu pra ver quem é amiga mesmo.
E amigas boas, eu tenho. Não vou mais me estressar com quem não merece.





Decepções…

26 06 2008

Por mais calejado que a gente esteja, sempre vamos nos surpreender com as pessoas.
Esses dias me decepcionei com duas pessoas. Não vou entrar muito em detalhes, mas ambas me deixaram muito triste. Não eram grandes amigas, acho que nem considerava amiga, mas nunca também as considerei “ninguém”. Para mim era “alguém”. E alguém que eu considerava.
Mas enfim. Bola pra frente. Já passei por decepções piores.
Mesmo assim dói.

O bom é que de repente a gente vê aquela pessoa que tá sempre por perto e descobre cada vez mais o quanto é especial. Amizade surge. De conhecidos pra colegas, pra amigos… E assim vamos vivendo!





A Amiga Gabi

15 04 2008

Recebi o convite do aniversário da minha amiga como todos os anos. Esse ano, não poderei ir. Na boate não pode ir menores, e meu broche é Juju.
Mas não deixo de aparecer na casa dela. Posso até estar enganada, mas sempre sou bem recebida.
Levei minha pimpolha, meu maridinho e fomos lá abraçar minha amiga.
Estar com os familiares dela me faz perceber o quanto diferente é o meu mundo. Todo mundo ja viajou pro exterior, trabalha e ganha bem. E eu ali.
Mas surpreendemente não me sinto excluida.
Por isso amo meus amigos.